Cidade de Papel – John Green

cidade-de-papel-greenEssa semana eu li Cidade de Papel, de John Green. Não é livro para mim. Fico muito ansiosa. Não consegui ler na calma. Tive que saber se Margo havia cometido suicídio, se estava na cidade ou em Nova Iorque. Pulei vários parágrafos e páginas só para saber o que aconteceu com Margo.

E a culpa é do John Green. Ele é um excelente escritor. A história me convenceu logo de cara. E ao longo do livro, ele passa uma ótima mensagem através de metáforas. Aborda as formas de enxergar os outros da forma que nós gostaríamos que elas fossem e não do jeito que elas realmente são. E como isso, pode nós magoar, nos deixar com raiva e nos deixar decepcionados.

Em Cidade de Papel, conta a história de Quentin, conhecido como Q. Um rapaz inteligente, certinho e engraçado. Ele é apaixonado pela bela Margo. Na infância, eles foram grandes amigos. Mas na adolescência, a vida deles tomaram rumos diferentes e Quentin só a acompanhava a distancia.

Um belo dia Margo procura Q. Ela o convida para uma misteriosa noite, em que eles vivem uma inesquecível aventura. No dia seguinte, Margo desaparece. Assim, acredita que Margo deixou pistas de como encontra-la. Ele começa uma incansável investigação para encontrar a menina.

Esse é um bom livro para quem gosta de aventura, de investigação e de romance. Tenha uma boa leitura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s